Resumo econômico da semana

Inflação: O IPCA acelerou 0,57% em abril, ante 0,75% em março. Em 2019 o índice acumula alta de 2,09%. As maiores altas vieram dos itens: alimentação e bebidas, transportes e saúde e cuidados pessoais.

Guerra comercial: A disputa comercial entre Estados Unidos e China voltou a ser protagonista nos noticiários econômicos do mundo. O presidente Trump anunciou novas taxações em produtos importados da China. A China também se manifestou alegando que irá retaliar os EUA em caso de novas taxações.

Taxa de juros: O COPOM (Comitê de Política Monetária) anunciou que irá manter a taxa básica de juros brasileira inalterada. Mesmo com a atividade econômica fraca, o comitê espera por reformas econômicas para poder reduzir os juros. Semana que vem o Banco Central divulgará a ata da reunião. A partir dessa ata, teremos mais detalhes sobre as motivações do BACEN em sua decisão e qual o rumo dos juros para as próximas reuniões.

Principais eventos na próxima semana (13 a 18/05)

Plano Mansueto: O plano de socorro financeiro aos estados pode ser anunciado essa semana. O programa permitirá que os governadores tomem empréstimos em bancos públicos e privados com garantia da União, desde que apresentem medidas de ajuste fiscal.

Audiência pública Paulo Guedes: Está previsto para ocorrer na terça-feira 14/05 a audiência pública do ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) com a finalidade de debater o Projeto da LDO para 2020.

Resultados trimestrais: Na última semana de divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2019, algumas empresas se destacam, como: Cosan, Eletrobras, Itaúsa e Cemig.

Índices e Indicadores

Monitor do PIB– FGV (17/05)

O índice estima o PIB brasileiro para março em volume, em valor corrente e em valor constante a preços de 1995. O objetivo de sua criação foi prover a sociedade de um indicador mensal do PIB.


A Capital Plan Investimentos – CNPJ 31.846.936/0001-61 é uma instituição habilitada e autorizada pela CVM - Comissão de Valores Mobiliários para o exercício da atividade de gestão de recursos de terceiros.